Medindo sentimentos com as minhas bandas favoritas. Calma, eu explico.

Faz meses que não venho escrever. Minha rotina mudou demais e, como gosto de fazer tudo certinho, com uma determinada ordem, acabei nunca mais parando para elaborar um post. Tenho uma lista enorme de pautas que eu desejo abordar e queria que elas seguissem uma ordem cronológica. Mas o que eu esqueci é que minha … Continue lendo Medindo sentimentos com as minhas bandas favoritas. Calma, eu explico.

O que aprendi viajando: não são os lugares que nos fazem feliz

Talvez eu já tenha falado sobre esse assunto aqui, não me recordo. Mas sinto que existem algumas coisas na vida que precisamos falar, falar, repetir, repetir, falar de novo e lembrar sempre. É o famoso “orai e vigiar” que eu sempre tive pavor por achar que tinha uma conotação religiosa, mas que hoje eu entendo … Continue lendo O que aprendi viajando: não são os lugares que nos fazem feliz

Verdades que os poemas não escondem

Há cerca de dois meses tenho seguido uma rotina matinal sagrada: acordo, escovo os dentes, tomo meu café da manhã, abro meu Instagram e posto um poema de Rupi Kaur no meu Stories (às vezes faço outras coisas entre tudo isso, mas vocês entenderam). Todos os dias é uma facada diferente sobre temas doídos como relacionamentos, traumas, amores e dissabores. Os quatro capítulos do livro Outros … Continue lendo Verdades que os poemas não escondem

O que é que eu vou fazer com essa tal liberdade?

Escrita é inspiração pura. Sempre afirmo que eu não sou uma pessoa criativa - e não sou mesmo, mas, mesmo assim, preciso do combo de inspiração + criatividade para conseguir escrever. Falando assim até pareço a poetisa, né (risos). Mas, quando se tem um blog que compartilha histórias e sentimentos, é preciso estar em paz … Continue lendo O que é que eu vou fazer com essa tal liberdade?

O fim da viagem e a necessária volta pra casa

É incrível e quase humilhante para uma pessoa como eu que algumas frases clichês, que antigamente eu consideraria pura autoajuda, passaram a fazer total sentido da noite para o dia. Nos últimos tempos aquelas frases que devem ilustrar quadrinhos hipsters em milhares de apêzinhos modernos estilo Pinterest passaram a fazer tanto sentido na minha vida … Continue lendo O fim da viagem e a necessária volta pra casa

Viajando e aprendendo a não julgar as pessoas

Antes de mais nada, quero dizer que escrevo este texto com o intuito de plantar a sementinha do “não julgamento”, assim, escancaradamente mesmo. Em todo mundo, porque não é preciso viajar para o outro lado do mundo para perceber como as pessoas são diferentes e são moldadas por seus meios sociais. A grande questão de … Continue lendo Viajando e aprendendo a não julgar as pessoas

O primeiro choro da viagem e com ele o sentimento de solidão

Acho ótimo conseguir fazer piada das “desgraças” que já me aconteceram nessa viagem. Na verdade foram apenas sufocos, nada que possa ser considerado uma catástrofe sem solução, mas é que quando você está sozinho num país estranho tudo pesa muuuuito mais. E então o post de hoje é sobre o meu primeiro choro da viagem … Continue lendo O primeiro choro da viagem e com ele o sentimento de solidão