Viagem para a Escócia: primeiro país dos seis meses

Não que eu estivesse fazendo algum tipo de mistério, é só que eu tinha uma série de posts que queria fazer antes de começar a falar dos detalhes da minha viagem – até porque ainda tem detalhes que estou resolvendo nesses últimos dias antes de embarcar. Pois bem, a viagem para a Escócia será no dia 15 de fevereiro e é nesse país gelado que passarei pouco mais de um mês.

No dia 15 embarco rumo a Edimburgo, onde ficarei uns 3 dias apenas para aquele turismão básico. Em todos os blogs que li, dizem que esse tempo é o suficiente para conhecer os principais pontos da cidade. A capital escocesa parece cheia de encantos antigos, como por exemplo o Edinburgh Castle, um dos principais pontos turísticos.

escocia2

Por lá vou ficar em um hostel, que achei incrivelmente barato para a boa localização e por ser em uma capital que cobra em libras – a bonita da moeda da rainha tá custando cerca de R$ 4,25. Se não me engano fiz reserva para 3 dias em quarto compartilhado para mulheres (com 6 camas) pagando menos de R$ 150, o que já seria um bom preço pra hostel até mesmo aqui no Brasil, né.

Depois vou para Glasgow, ficando mais 3 dias para conhecer essa que é a maior cidade da Escócia e a terceira mais populosa de todo o Reino Unido – isso que ela tem menos de 600 mil habitantes, que maravilha, hein? Também ficarei em hostel, que surpreendentemente era um pouco mais caro que na capital, e bem mais difícil de escolher um que ficasse próximo de todos os principais pontos turísticos.

Outro fato importante sobre essa parte da viagem que me assusta um pouco: o frio. Sou totalmente team inverno, mas acontece é que vou sair de Porto Alegre com uma média de 35 graus e chegar lá com mínimas de 0 graus e máxima de 5. Sem contar que o vento lá não para um só minuto, e que a chuva também gosta de aparecer com frequência… Ah, pra completar os dias amanhecem tarde (tipo 8h30) e a escuridão chega antes das 16 horas.

escocia1

Bom, depois da primeira semana como turista eu pego um ônibus a caminho da Isle of Skye, uma das partes mais bonitas – e remotas – do país. É no povoado de Broadfoard que eu vou passar um mês em um hostel, vivendo e trabalhando. Nas minhas pesquisas sobre a Escócia, andei lendo que o país tinha, oficialmente, apenas 7 cidades e o restante eram pequenos povoados – mas no Wikipedia já diz que são mais cidades. Bom, não sei direito, quando estiver lá descubro isso e conto pra vocês.

Por hora é o que posso contar pra vocês – mais uma vez, não por manter segredo, mas é porque muita coisa só vou descobrir quando chegar lá na terra do monstro do Lago Ness. Em breve vocês irão ler posts mais especiais sobre esse país que eu nem conheço mas já admiro muito!

 

Fotos: Reprodução/Pinterest

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s