Post 1

Não tenho nenhuma crença sobre começar novos projetos quando se adentra um novo ano, mas, coincidentemente, o primeiro post do meu novo blog está sendo lançado nesse tal de 2017. Isso mais ou menos 10 anos depois do meu primeiro blog, que até hoje ninguém nunca deve ter lido, já que não era esse o meu objetivo.

Assim como o meu primeiro blog desconhecido, este aqui, o Ex-blogueira, tem como objetivo ser o que todos os blogs já foram um dia: uma espécie de diário virtual. Até hoje eu sou uma fiel defensora dos livros em sua versão física, mas, quanto a diários, eu defendo a versão online por motivos óbvios. Imagina se eu ficasse escrevendo todas essas divagações em papel e caneta e depois ficasse guardando tudo isso numa agenda ou caixa de sapatos? Antes dos 30 anos eu já teria sido expulsa da minha própria casa pelos meus dilemas, certamente.

post-1

Quem me conhece um pouco sabe que eu, recentemente, tive um blog nos moldes ~blogayra de moda e beleza~, durante cerca de um ano e meio. Foi legal, foi bacana, aquela coisa tipo relacionamento: bom enquanto durou, agora é hora de dizer adeus. Não sou das pessoas mais mercenárias da vida, então não me vendo para algo que eu não acredite. No início, esse blog em questão era um xodó, algo que eu apostava minhas fichas.

Mas aí veio esse negócio chamado vida e me mudou inteira, de cima a baixo. De uma hora pra outra eu não me via mais naquele projeto, ele não me parecia mais sincero e resolvi deixá-lo para trás, antes que eu começasse a ter raiva dele – tipo relacionamento, né.

Eis então que decidi criar este espaço para falar sobre tudo e qualquer coisa. Afinal, não paguei dinheiros para ter um domínio próprio pra falar sobre o que as pessoas querem ler, né? E o que você, leitor, pode esperar deste espaço? Textões, desabafos, reflexões, autoconhecimento e coisas normais de uma ex ou não-blogueira. Além disso, vem coisa boa por aí também (que frase bem blogueirinha, hein?)!

A partir do próximo mês – ou antes, o blog é meu e eu decido, né – vou começar a falar um pouco sobre viagens e tudo e nada que isso pode envolver. Mas de onde isso agora, guria? Sim, eu sou mais uma dessas pessoas cansadas e estressadas que, para evitar ter o mesmo destino que o padre dos balões, vai largar tudo e fugir pro mundo.

No próximo post eu conto mais sobre isso, ok?

Antes que eu me estenda mais ainda, adeusinho.

 

Foto: Reprodução/Pinterest

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s